Formado Grupo Gestor da Coleta Seletiva

Com a função de planejar, executar atividades e mobilizar a população, foi formado na terça-feira, 16, na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, o Grupo Gestor da Coleta Seletiva em São Sebastião do Paraíso. Os trabalhos para ampliar o serviço já em andamento pela cidade, serão realizados por etapas, passando pelo diagnóstico, planejamento físico e financeiro, implantação, monitoramento e terá o apoio do Instituto de Gestão de Políticas Sociais (Gesois), uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Ocip), que trabalha em parceria com a Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam).

O Grupo Gestor terá três subgrupos, sendo o Gerencial, formado por representante do comércio e do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável da Região de São Sebastião do Paraíso (Cidassp), o Técnico, formado por representante da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), Conselho Municipal de Desenvolvimento Ambiental (Codema), Associação dos Catadores local (Acassp) e da empresa de limpeza urbana (Consita). Por fim, o subgrupo Social, formado por representantes das secretarias de Saúde, Ação Social e Educação. As decisões planejadas pelo Grupo Gestor serão colocadas em prática pela Equipe Executiva.

As analistas ambientais Carolina Monteiro Barros e Victoria Castro fizeram a explanação de como se dará todo o processo de atuação do Grupo Gestor e algumas ações já estão previstas para o próximo mês, entre elas o diagnóstico participativo dos catadores e trabalhadores envolvidos na coleta do município, o relatório da geração de resíduos e potencial de comercialização de recicláveis na região, e um levantamento das legislações e posturas municipais relacionadas, como, por exemplo, o Código de Posturas e o Plano Diretor.

Após realizar estas etapas, o Grupo fará um seminário de apresentação do diagnóstico e da viabilidade das alternativas propostas para escolha de qual vai ser adotada, o planejamento físico e financeiro das ações de mobilização social, de inserção de catadores e capacitação dos trabalhadores, a elaboração da proposta de legislação de instituição do serviço de coleta seletiva, incluindo taxas de prestação e regulação do serviço e o estabelecimento de indicadores de monitoramento técnicos e sociais, que tem o objetivo de identificar o nível de participação da população.

O lançamento oficial da Coleta Seletiva em Paraíso está previsto para setembro deste ano, após o Grupo realizar a mobilização da população usuária, estabelecendo rotina de coleta de dados de monitoramento do serviço com posterior capacitação do Grupo Gestor e Equipe Executiva. Entre os desafios a serem enfrentados estão a adesão da população, a infraestrutura básica, a educação ambiental, a triagem adequada de resíduos, o compromisso das equipes envolvidas e a disposição final e correta dos rejeitos.

Entre as sugestões que o Grupo propõe, estão a criação de Pontos de Entrega Voluntária (PEV), a adequação do Aterro Sanitário, a criação de uma estação de transbordo, um Centro de Triagem de Resíduos e o tratamento do lixo orgânico. São Sebastião do Paraíso classificou-se em 1º lugar em uma seletiva realizada pela Feam para receber apoio técnico do Governo do Estado na implantação ou ampliação do programa de coleta seletiva. Outros 18 municípios mineiros já estão utilizando esta metodologia desenvolvida pelo Gesois. A próxima reunião do grupo deve acontecer entre os dias 6 e 10 de maio.